sexta-feira, 29 de abril de 2011

EU INDICO!!!!








Acho que a formação de um policial tem que passar por muitas áreas, não podendo prender-se apenas às leis e códigos, ao treinamento físico... A mente humana é um mundo à parte, e tem que ser analisada com cuidado, pois existem mentes tão perversas que nós, simples humanos, não podemos lidar sem uma orientação especializada...


Este livro, que pode ser encontrado em edição de bolso, é um manual para aprendermos a reconhecer e nos proteger das pessoas frias e perversas, sem sentimento de culpa, que estão perto de nós... Segundo pesquisas a cada 25 pessoas uma é psicopata, mas calma... Existem gradações: os leves (que são a maioria, os 171), os moderados (àqueles por exemplo que desvia verbas. Eles não matam, mas mandam matar) e os graves (serial killer). O psicopata nasce com o sistema límbico (central dos sentimentos) desativado, ou seja, eles nascem assim, não é uma doença mental, e sim, um transtorno de personalidade que não tem cura.


Já fui vítima de pelo menos uns dois psicopatas leves, e posso afirmar que não é nada agradável... É bom saber identificá-los, mas ter o cuidado de não taxar todo mundo como tal.


Nosso código penal não distingue os psicopatas dos doentes mentais... Alguns países, com Austrália, Inglaterra e Canadá já fazem essa distinção, tratando os psicopatas com todo o rigor da lei. No sistema penitenciário desses países, eles são separados dos demais presos, pois são altamente manipuladores e é perigoso misturá-los. Eles não tem recuperação.



"Como animais predadores, vampiros ou parasitas humanos, esses indivíduos sempre sugam suas presas até o limite improvável de uso e abuso. Na matemática despresível dos psicopatas, só existe o acréscimo unilateral e predatório, e somente eles são os beneficiários". Ana Beatriz Barbosa Silva


segunda-feira, 25 de abril de 2011

Como estudar para o concurso se não gosto da matéria?

Especialista ensina como driblar o tédio na hora de estudar uma disciplina difícil


Divulgação
Quais livros de marketing são indicados para empreendedores?
Como estudar para o concurso se não gosto da matéria?
Respondido por Rogerio Neiva, juiz e professor de cursos preparatórios para concursos
A aprendizagem envolve tanto aspectos cognitivos quanto emocionais. Por isso, durante o tempo de preparação para o concurso público é essencial trabalhar o prazer durante o aprendizado.

Primeiro, procure identificar o quanto útil e importante é o assunto que deve ser estudado. Seguramente, todas as informações previstas no edital têm alguma relevância que vai além da prova.

Por exemplo, ao estudar Direito Constitucional, estará compreendendo regras básicas e fundamentais de funcionamento de nossa sociedade. Desse modo, por exemplo, ira compreender todas as notícias sobre uma discussão do Supremo Tribunal Federal acerca da validade de um ato do presidente da república ou a constitucionalidade de uma lei.

Além disso, é importante procurar sentir e vivenciar o prazer do aprendizado, independente do que esteja estudando.

Lembre-se: todo ser humano conta com estruturas bio-cognitivas voltadas à aprendizagem, inclusive por uma questão de sobrevivência. Ou seja, nascemos e somos biologicamente programados para aprender, de modo que a referida atividade faz parte da nossa natureza. Portanto, não resista ao que é natural: viva esta atitude e se permita sentir prazer pelo que aprendeu.

Por fim, também é fundamental que trabalhe com a lógica do foco no processo de preparação para o concurso, e não com a lógica do foco no resultado. Estabeleça como meta executar o plano de estudos estruturado e neutralize a angústia do resultado.
Encare a preparação para o concurso com essa perspectiva e procure fazer deste um processo leve e prazeroso.
Rogério Neiva, criador do Sistema Tuctor

Rogerio Neiva é juiz do Trabalho, especialista em concursos públicos, professor  e criador do Sistema Tuctor

6 meios de usar a internet para estudar para concursos

FERRAMENTAS ONLINE AUXILIAM CONCURSEIROS A ECONOMIZAR, ORGANIZAR OS ESTUDOS E APRENDER MAIS


Notebook em praia das Ilhas Maldivas
Saiba como utilizar a web para se preparar para os concursos públicos
São Paulo – Engana-se quem pensa que, na saga por um posto no setor público, é preciso abolir a internet da vida. Ao contrário. Há diversas ferramentas na internet que podem tornar o ritmo de estudos mais prazeroso e eficaz.
O Facebook dos concursos
No percurso para conquistar uma oportunidade de carreira no setor público, vale unir forças com pessoas que estão na mesma situação. A rede Até passar se propõe a fazer a ponte para esses relacionamentos. O sistema oferece simulados, grupos de estudo e até fórum de discussão para tirar dúvidas.
Vigilante dos estudos
O sistema Tuctor promete colocar ordem na preparação para concursos. Na versão mais recente, a ferramenta estima o tempo que você precisará dedicar aos estudos por meio de testes de leitura, além de elaborar um plano de estudos semanal do candidato. Por enquanto, o sistema é gratuito. Mas a expectativa é de que, a partir da segunda quinzena de maio, os usuários tenham que pagar um valor para utilizar todas as funcionalidades. A partir daí, quem optar por um plano básico do sistema, terá acesso apenas a ferramenta de plano de estudos.
O reality show da leitura
Uma dica para quem quer colocar a leitura da bibliografia dos concursos em dia é a redeGoodreads. Além da opção de fazer análises de livros e participar de grupos de discussão, o site oferece um sistema que mostra o quanto de páginas você avançou em cada obra – e mostra isso para todo mundo por meio de outras redes sociais. Provavelmente, será difícil encontrar os livros indicados nos editais dos processos seletivos públicos, mas basta cadastrá-los.
Pechincha para concurseiros
A onda dos sites de compras coletivas também chegou no mercado de concursos. O siteConcurseiro Urbano reúne uma série de promoções apenas relacionadas ao período de preparação de quem quer assumir um concurso público. A cesta de promoções abriga desde apostilas e livros especializados até aulas em vídeo, entre outros.
Aulas virtuais
Que tal fazer um curso preparatório direto do escritório da sua casa? Diversas escolas oferecem programas à distância que mesclam aulas presenciais e online. Conheça 7 cursos online para estudar para concursos.
Banca examinadora online
A regra número um de todo candidato a um concurso público é refazer as provas anteriores. E os sites das bancas examinadoras responsáveis podem ser uma boa fonte para isso. Na página da CESPE/UNB, por exemplo, além de uma porção de dicas para os exames organizados pela instituição, é possível encontrar os cadernos de questões e gabaritos das provas anteriores.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Tropa de Elite Feminina

QUEM É O SEXO FRÁGIL??????????









Lutando sempre pela meta, porque...



"Missão dada é missão cumprida parceiras".

terça-feira, 19 de abril de 2011



Todos se SUPERANDO!!!


O que fazer quando o seu trabalho não te deixa estudar?

Gente.. meu trabalho anda me sugando...

Estou voltando super tarde para casa e pior, não estou conseguindo ter rendimento e nos últimos dias não consegui literalmente estudar!!

Tenho que respirar fundo!!


Sobre o tema : Trabalho e Estudo - fiz uma pesquisa na net e olha o que os especialistas falam:

__________________________________________


Concurso: dá para conciliar trabalho e estudo

Para consultores, planejamento é mais importante que tempo de estudo.
Além disso, combinar trabalho e estudo melhora auto-estima e diminui ansiedade.
Marta CavalliniDo G1, em São Paulo
Estudar para concurso exige tempo, dedicação e disciplina. Por isso, muitos candidatos optam por deixar seus empregos para dedicar tempo integral aos estudos.

Leia também

Mas coordenadores de cursos preparatórios alertam que essa prática mais prejudica do que ajuda. E avisam: pelo menos 60% dos alunos que passam nos concursos públicos conciliaram trabalho, estudo e família.

Editoria de arte G1
 "Quem só estuda se cobra muito e na hora da prova fica nervoso. O tempo ocioso, em vez de ajudar, só atrapalha", diz Carlos Alberto de Lucca, coordenador geral do Siga Concursos.


Para José Luís Romero Baubeta, diretor de Recursos Humanos da Central de Concursos, "a combinação trabalho e estudo ajuda a melhorar a auto-estima, diminui a ansiedade."


Além disso, Baubeta diz que largar o emprego é arriscado porque, via de regra, as pessoas não passam no primeiro concurso. Assim, a frustração aumenta a pressão. "Todos devem ter consciência de que as provas não são fáceis e que podem demorar para passar".

De acordo com Lucca, é possível conciliar o emprego e a preparação para o concurso com uma fórmula simples: estudar com direcionamento e foco, e não se ater apenas ao tempo de estudo.


Lucca diz que os candidatos devem ficar atentos às matérias que estão nos editais e na forma como elas são abordadas nas questões. "O ideal é resolver provas anteriores para ver o que é perguntado e como é perguntado".

 Método e planejamento
Ele aconselha o candidato que trabalha a ser metódico, fazendo um planejamento de estudo todos os dias.


"Se o aluno estuda uma matéria a cada 20 minutos ele consegue intercalar os momentos de intervalo, como almoço e jantar".


Outra dica é fazer uma pausa a cada 50 minutos, por 10 minutos, se o período de estudo for entre três ou quatro horas por dia. "Essas paradas são importantes para o aprendizado".


Para quem vai prestar concurso em a um a três meses, Lucca aconselha o candidato a estudar todos os dias. Mas, caso o concurso esteja previsto para mais tempo, é recomendável que ele tire um dia da semana para descansar.


"Se o período de preparação é curto, vale investir, mas trabalhar e estudar sem pausa faz o rendimento cair. Nos momentos de descanso, é bom ele [o candidato] fazer o que mais gosta".

 Família
A família também tem papel importante durante a dedicação aos estudos. "A família deve entender que está sendo priorizada a preparação para o concurso, que é um projeto a médio e longo prazo", diz Baubeta.


Lucca recomenda estudar em grupo. Nesse caso, a família pode até ajudar, fazendo perguntas das apostilas. Mas o estudo com outros candidatos também é recomendado, pois um pode tirar as dúvidas do outro. "Verificar provas anteriores ajuda a ver como está o desempenho, o que é preciso reforçar e melhorar", diz.


Baubeta indica que o candidato, para ter maior concentração, vá até bibliotecas municipais ou salas de estudo dos próprios cursos preparatórios para estudar. "E estudar com colegas estimula ainda mais", ressalta. 

domingo, 17 de abril de 2011

FIQUEI DEVENDO...
Este é o livro de que falei, que ensina a fazer os mapas mentais. Nele constam as informações sobre como fazer os mapas, as regras, a sistemática de revisão (como organizar em pastas), as etapas de introdução dos mapas... Enfim, tudo!


Mas para os que não desejam comprar o livro, o site do profº. Felipe Lima (autor do livro, junto com W. Douglas), traz um link onde poderão visualizar algumas das etapas de implantação dos mapas e 40 exemplos de mapas mentais:
http://www.maximusconsultoria.com.br/home/mapas-mentais
Para os mais acomodados (num bom e num mau sentido, kkk), existe a possibilidade de comprar pacotes de mapas no site. Eu preferi comprar o livro e fazer os mapas eu mesma, pois é melhor para a memorização (pelo menos para mim).

É importante saber que todos os mapas de todas as matérias devem ser revisados todos os dias. Para saber qual o tempo certo de encaminhar os mapas para a próxima pasta (diário para semanal - semanal para quinzenal...) é necessário fazer um cabeçalho com o nome da matéria, assunto, data e numeração. Tudo está no livro e algumas coisas gratuitamente no site.


sábado, 16 de abril de 2011

Para os que desistem no primeiro obstáculo!



SUPERANDO NOS ESTUDOS











Cris, minha mais nova grande melhor amiga de infância (risos), viu umas fotos no meu orkut e pediu que eu as colocasse aqui no blog. São fotos que representam parte da minha rotina de estudo, e que podem servir de exemplo para os que querem se organizar, e não tem medo de serem chamados de malucos, kkkkk...


Eu, como a maioria dos estudantes, não tinha organização nenhuma, apenas estudava como louca, sem obter respostas do meu esforço. Estudava de segunda a segunda, sem lazer, sem tempo para as pessoas que eu amo e continuava achando que me faltava tempo para estudar.


Ano passado resolvi repensar minha falta de método, foi aí que eu resolvi aprender com alguém que já tinha passado por tudo que nós estamos passando e obteve o êxito que nós esperamos. Como tempo de concurseiro é curto (seria bom se o dia tivesse umas 30h), comprei o áudio livro de William Douglas - Como Passar Em Provas E Concursos, por que assim eu poderia aprender sem ter que parar minhas obrigações diárias.


Posso afirmar que foi o dinheiro e o tempo mais bem empregados...


Pronto! Revolucionei minha maneira de estudar, passei a otimizar meu tempo, a me organizar, a confiar mais em mim, a ter tempo para tudo, inclusive ir à praia, que fica a 15 min. da minha casa e eu nem ia mais...


Em primeiro lugar passei a estudar de porta fechada, por que tem sempre alguém querendo a minha atenção para coisas que elas mesmas podem resolver... Abaixo a porta do meu quarto.


Tenha seu local de estudo sempre organizado, senão você perderá muito tempo procurando suas anotações, canetas, livros...



Organizar os horários é fundamental... Eu prefiro imprimir meu horário para vê-lo o tempo todo, e para que todos da casa possam ver também, assim ninguém diz que não foi avisado...


Tenho dois horários: um organograma para as tarefas da semana (acordar, banho, café da manhã...), outro para definir as matérias que estudarei naquela semana, assim eu não estudo mais uma matéria em detrimento de outras (antes eu tinha a pécima mania de ler um livro de capa a capa antes de começar outro)... Mas como fala o meu "guru" W. Douglas, deve haver flexibilidade, por que ninguém consegue seguir a risca tudo, todos os dias... Pode haver um imprevisto... Quem tem filho sabe que sempre há os tais imprevistos. Então, no dia que tenho que sair do esquema, compenso no dia de folga. SIM!! Tem que ter dia de folga.



Represento sempre com amarelo os horários de estudo e rosa os horários de treino. Azul é o horário que brinco com meu filho (nesta semana eu estava com uns problemas e o horário dele foi cortado pela metade, então compensei no domingo que é meu dia oficial de folga). Parece cruel, mas tem que ser assim, e ele compreende, sabe que é para o bem dele também. Laranja é o horário de acordar, tomar banho e café da manhã. Branco é para descanso, almoço...


Do lado dos organogramas fica o meu calendário, que claro eu mandei fazer com algumas fotos da PF. Algumas pessoas tem fotos de carros, casas... Eu coloquei fotos da PF por todo lado no meu quarto, e além disso fiz um chaveiro com o símbolo da PF, para que eu sempre esteja olhando para a minha meta... É bom saber o porquê de tanta renúncia e de tanto sacrifícil.



Todos os horários tem que ser utilizados: estudar no banheiro, no ônibus, na sala de espera do consultório médico, enfim...


O segundo livro, também de W. Douglas, que eu li foi Mapas Mentais e Memorização para provas e concursos. Aprendi com ele a fazer os mapas e comecei a colocar em prática. Parece coisa de criança, mas não é. Funciona mesmo! Muita gente não tem paciência para fazê-los, mas eu já acostumei e faço mapa de tudo. No início eu sonhava com ele e acordava no meio da noite...



Os mapas devem ser colocado em pastas e separados no decorrer do tempo em: diários, semanais, quinzenais, mensais e semestrais.



A organização é muito importante para quem quer passar em concursos, não adianta estudar, estudar, estudar sem método, por que a coisa não anda, o dia não rende e você sempre tem que voltar para o início.


A culpa de não estar sempre com as pessoas que amo vai existir sempre, mas tenho que ir até o fim nessa missão e não posso fraquejar jamais, porque disso depende o meu sucesso... Quando a saudade aperta e eu não consigo esperar para o horário certo de ficar com meu filho eu flexibilizo e estudo na madrugada...


Os livros que ensinam a aprender e apreender as informações estudadas não são perda de tempo (como eu achava antes), eles são importantes por que ajudam a otimizar o tempo de estudo. No momento tenho na minha cabaceira três livros: Como Falar Bem em Público (caso ocorra prova oral), Como Usar o Cérebro para provas e concursos (os dois de W. Douglas) e comecei ontem a ler A ARTE DA GUERRA de Sun Tzu.


Acredito que tudo é válido quando se quer algo de todo o seu coração, de toda a sua alma.



" O cérebro é como paraquedas, só funciona quando está aberto". Willian Douglas







Nunca deixe de ESTUDAR!!!

O segredo é nunca abandonar os livros.

AVANTE!!!!


Persistência

A luta é árdua, mas com fé e garra chegaremos lá, basta não desistir, não desgrudar dos livros que um dia a gente chega lá!!

...até chegar!!!

Desabafo

Para os que desistem no primeiro obstáculo!

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Corrida - Constituição em Áudio


Pessoal, outra dica que deixo aqui com vocês é a seguinte... 
Realizo a minha corridinha quase sempre pela manhã e acredite se quiser, ouço a Constituição Federal em grande parte delas...

É gente, o negócio é atirar para todos os lados mesmo!!

Se você gostou da idéia, grave a Constituição no seu MP3
Baixe o site da Câmara:

Vamos lá!!

Plano de Estudo


Uma das principais características de um concurseiro de sucesso é a organização, a implementação de técnicas de estudo, de otimização do tempo e afins. 

A primeira coisa que um candidato deve fazer ao se motivar por algum concurso é o planejamento dos estudos, baseado no seu tempo disponível.

Inicialmente, consulte seu edital (o meu foi elaborado com base no de Delta PF) e visualize no conteúdo programático quais as disciplinas serão cobradas.

Com esses dados na mão, o segundo passo é saber identificar todos os horários vagos que temos até se aproximar o concurso

Sugiro que faça uma tabela contendo, na primeira linha, todos os dias da semana (segunda, terça e etc...) e, na primeira coluna, todos os horários do dia que você está acordado. Em seguida deve-se marcar todos os horários ocupado.




Como pode-se notar, eu usei o Google Docspara tal. Gosto de usar este aplicativo porque ele proporciona algumas funcionalidades que são de suma importância para agregarmos valor ao nosso plano de estudos, como, por exemplo, a possibilidade de uma inserção fácil e rápida de links.



Mas você ai em casa também pode usar o Excel ou Word (modo linhas e colunas), faça como preferir.

Para o exemplo, eu estimei um horário flexível como o meu (o tempo de folga varia muito).

Ou seja,
* trabalhe somente no período da tarde de segunda a sexta - esse é o plano, mas as vezes ocorre trabalho pela manhã; 
*gaste uma hora e meia com os afazeres de casa e para se organizar começado assim os estudos; 
*durma de segunda a sexta às 23h; 
*acorde no sábado e domingo todos os dias da semana às 06h; 
*gaste 1 hora para tomar café, tomar banho e se organizar para o início dos estudos nos fins de semana. 
Enfim, é um exemplo. 
A técnica deve ser adequada para sua disponibilidade.

O terceiro passo é identificar as disciplinas a ser estudadas e dividi-las em níveis de prioridade. 

A divisão do tempo entre as matérias deve seguir estes níveis de complexidade e importância da matéria. 

Neste exemplo, as disciplinas serão:

(Delegado da Polícia Federal)
DIREITO ADMINISTRATIVO
DIREITO CONSTITUCIONAL
DIREITO PENAL
DIREITO PROCESSUAL PENAL
DIREITO CIVIL
DIREITO PROCESSUAL CIVIL
DIREITO TRIBUTÁRIO
DIREITO PREVIDENCIÁRIO
DIREITO COMERCIAL
LEGISLAÇÃO ESPECIAL

PORTUGUÊS 
INFORMÁTICA
ATUALIDADES
RACIOCÍNIO LÓGICO

As prioridades serão:

1. Penal; 2. Processo Penal; 3. Constitucional; 4.Administrativo e
5.Raciocínio lógico, Informática e Português.

PS: Pessoal, para PF favor incluir o preparo físico também, faz parte do edital e é fundamentar pois reprova!! 



Este foi o planejamento geral.

Mas o interessante é termos realmente a noção de quantas horas estamos mesmo se dedicando, que estamos realmente estudando em cada disciplina.

Assim, ao iniciar seus estudos do cronograma você irá também anotar o início e o termino do estudo.Como se fosse um diário.

No final vc saberá o quanto de horas realmente vc se dedicou para a disciplina em questão!

Pronto, está feito o plano de estudos via Google Docs. 

É assim que eu programo meus estudos, mas é claro que você pode ter o seu jeito, sua adaptação!!

Hoje também tive uma dica da @ricaproenca pelo Twitter. Ela me indicou o site : http://atepassar.com.

Lá, quanto vc se cadastra gratuitamente tem uma ferramenta para montar seu plano de estudo, achei muito bacana e válido também!!


Mas o importante mesmo é que vocês tenham em mente que a organização é importante e que vocês devem fazer da melhor maneira segundo a sua rotina.

Porque nada vai cair nos seus braços sem organização, disciplina e muita, mais muita perseverança


Sonhar e não lutar, não vira sua realidade!!

SUPERE-SE!!

quinta-feira, 14 de abril de 2011


CHEGAREMOS JUNTOS



Fiquei muito feliz por saber que não estou só nessa luta. Durante a caminhada, cheguei a acreditar que só eu tinha obstáculos a transpor... Parecia que o negócio era pessoal, que a vida estava me testando.


Hoje tive certeza de que a minha meta é também de muitos, que meus obstáculos são os mesmos de outros concurseiros, que os meus sonhos são compartilhados com inúmeras guerreiras (e guerreiros). É... O negócio não é pessoal!


Aqui queremos unir forças, dar a mão aos que estejam fraquejando, aprender uns com os outros, por que sempre se tem o que ensinar e o que aprender... Este deve ser o porto seguro dos concurseiros de plantão, o oásis onde possam refrescar a alma e recarregar as baterias.


Teremos altos e baixos na caminhada... Num dia estaremos fortes e otimistas, no outro estaremos frágeis... Bom, é natural que isso ocorra, pois somos humanos graças a Deus. O importante é que os momentos de fragilidade não durem muito tempo. NÓS NÃO TEMOS TEMPO PARA ISSO, SOMOS GUERREIROS!


Só quero que saibam que estarei, ou melhor, estaremos sempre aqui...



"No concurso público a dor é temporária; o cargo é para sempre". Willian Douglas


PURA SUPERAÇÃO!!!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

E SE...?





Olha, vou te contar... Não aguento mais escutar esta pergunta... E se você não passar no concurso? E se você não conseguir subir a barra, nadar, correr, pular...? Você tem um plano "B"? CHEGA!!!!!!!!!!!!!!!!


Deixem-me lutar em paz, confiar em mim, ter um motivo para dormir tarde e acordar cedo, treinar com dor e não ter vida social. Já é bem difícil a caminhada, eu não preciso de tanta torcida contra, sabe?



Mas já que essa gente sem fé precisa de respostas, aí vai... EU NÃO TENHO PLANO "B", OK!



Não gosto de cogitar a hipótese de não ver minha meta realizada, luto todos os dias para conseguir atingir minha meta, e se eu não conseguir, não será por falta de esforço, garra, determinação e muita oração. Não quero me arrepender por ter feito pouco ou quase nada, não quero terminar como muitos que desistem no caminho por preguiça, pouca fé, sei lá. E depois ficam por aí colocando terra nos sonhos alheios. Se estas pessoas não têm coragem de agarrar seus sonhos com os dentes, paciência... EU TENHO!!!



Eu só consigo viver assim, apaixonada! Seja por um homem, um sonho, uma idéia, um ideal, um livro, uma paisagem, enfim... Preciso me apaixonar pelo que faço, senão não consigo prosseguir. Não me apaixonei pela advocacia, e por isso ia para o escritório como se fosse para a forca, então pulei fora. Apaixonei-me pela idéia de ser Delegada da Policia Federal, e vou dar tudo de mim para conseguir.



Como eu poderia seguir outra carreira, vocês conhecem alguém que se emociona quando vê um carro da PF? Pois é, parece loucura para alguns, mas se você está visitando esse blog, deve entender muito bem o que eu sinto.



Quero fazer a diferença, não quero mais ver a vida pela janela, quero ser protagonista da minha própria história. Sou mulher, e isso já diz muito, sou mãe de um menino lindo, sou concurseira sim e com muito orgulho por que tive e tenho coragem de enfrentar meio mundo para continuar lutando pela minha meta, pelo meu ideal.


Muitas vezes temos que perder para ganhar mais tarde. Já perdi muito, AGORA QUERO E MEREÇO GANHAR!



"Fazer esforço no campo de treinamento é melhor que sangrar no campo de batalha". Willian Douglas